Você sabe o que é sibilar?

4 comentários

Oi gateiros!!!!

Seus gatinhos fazem Fuuuuzzzzz??? Sopram vento??? Riscam fósforo??? Pois então... eles SIBILAM! Sim, esse é o nome certo do "rosnar" dos gatos! Aposto que vocês não sabiam!!!!!!!!

Acho interessante falar isso, pois, observo nos veterinários, e acho muita graça o diálogo: "- Vet: sua gata assopra? - Sabrina: Sim, ela rosna. Ou: - Vet: Se ela riscar fósforo a gente coloca a focinheira. -Sabrina: Xiii, ela fez fuzzz".

Rsrsrsrsrrs, parece que estamos falando de coisas diferentes, né?  Olha só como fica mais claro: "Sua gata sibila? Sim, ela está sibilando. Ah, ok."

Lá em casa Mel sibila mais que todos, pois ela é a mais brava. Ok, ela é muito mais brava. Tá...ela é mega ultra brava. Mas então, continuando, Sophie, Francesca e Pietro também sibilam. Todos os gatos fazem isso quando querem demonstrar que não não gostando de determinada situação. Aliás, recentemente observei que gatos filhotinhos (até 3 meses) não sibilam. 

Pensando aqui...tem hora que dá vontade de sibilar, né? :)









Quando nossos gatos não se amam mais

3 comentários

Olá gateiros e gateiras! 

Sinto uma saudade imensa do tempo que eu tinha gatos que se davam bem. Mães ficam felizes quando seus filhos se divertem juntos...Mel e Tininha se amavam lindamente...Quando adotei Sophie, Mel tinha acabado de perder a irmãzinha de tantos anos e eu imaginei que a tristeza acabaria com uma nova gatinha no lar. Eu acertei! Em pouco tempo as duas estavam se lambendo e brincando. Mel saiu da depressão! Era tudo tão lindo...Foi praticamente perfeito. 

Mas esse amor não durou muito!...Quando mudei de casa, de cidade, adotei novos filhotes, etc, Mel e Sophie passaram a brigar entre si e com os novos gatinhos. O caos se instaurou e ainda permanece no lar felino. 

E também depois que Mel ficou doente, internou, voltou pra casa, operou, internou de novo, etc, etc, etc, Sophie não a reconhecesse mais e a ataca todo dia. Por sua vez, Mel desconta o ataque e elas vivem nesse eterno bate-e-desconta. 

Como não bastasse, não posso nem pensar em juntar os quatro ainda, pois os filhotes estão querendo brincar e pular e Mel e Sophie não acham a menor graça neles. Por enquanto, Sophie faz estágio de 5 minutos por dia com Fran e Pietro, para adaptação. 

Não tá fácil pra ninguém!!! Mas ainda sonho com os quatro na cama dormindo juntinhos...


Gatinhos que comem fios

6 comentários

Oi pessoal!

Minhas gatas mais antigas, Mel e Tininha (in memorian), nunca me deram trabalho no sentido de comer coisas perigosas para elas! Passei 11 anos acreditando que gatinhos jamais comeriam algo que fizesse mal a eles...(sonho meu)

Quando adotei Sophie começou minha preocupação, e agora com Pietro e Fran minha preocupação triplicou. 

Há um ano Sophie engoliu uma fita de cetim, e a agonia durou três dias até sair no cocô (inteira). Conversei com veterinários e descobri que isso é muito, muito, mas muito perigoso. Os gatos sentem uma atração quase irresistível por objetos lineares (fio de lã, fita de cetim, fio dental, fio de pipa, fio de cabelo, arame de pão, etc). Acontece que, quando colocam estes objetos na boca, para brincar, não conseguem cuspir e acabam engolindo, como reflexo. O pior é que as linhas muitas vezes não descem inteiras, ficam presas na base da lingua e a outra ponta desce, dando nó no aparelho digestivo, perfurando (!!!!!) estômago e o intestino também. Pensa no tanto que eles sentem dor e podem, sim, acabar morrendo. Solução: veterinário urgente e cirurgia (com sorte apenas a endoscopia resolve).

Pietro e Fran amam fios de telefone, de televisão, de geladeira. Perigo-mor!!! Se o gato morde o fio ele leva um choque e se queima! A gatinha da minha amiga perdeu a língua, os dentes e o céu da boquinha ao mastigar um fio elétrico. Meu Deus! Melhor encapar com aqueles protetores de plástico resistentes, né?

Além de fios, alguns gatos são obsecados por cabelos. Ai....Sophie é um destes gatos....acordo a noite e quando vejo (com muita dificuldade, devido aos meus 7 graus de miopia) um tufo de cabelo na boca de Sophie!!! Não basta mastigar, ela corta os fios e engole! Meu Deus, que perigo isso também! Pode ferir o intestino! Vivo achando cabelo meu no cocô dela. Claro que eu não deixo, mas de madrugada ela age silenciosamente...e então, as vezes acordo com um corte meio repicado, ou mesmo uma franja que eu não tinha. 

Oh, Jack Galaxy, venha ao Brasil, por favor! Tenho 4 gatinhos endiabrados para você dar um jeito!